[Casamento] Vai casar? Saiba como ter o cerimonial do ♥

Quem aí é noiva? Hoje eu quero falar um pouquinho de planejamento de um casamento. e a importância de um cerimonial para o seu grande dia.

Já contei aqui que trabalhei um tempo com cerimonial de casamentos, né? Foram 5 anos, clientes que se tornaram amigos para a vida e muito aprendizado - com os clientes, com fornecedores e cerimonialistas amigos.

Hoje, vendo o post de uma amiga decoradora no Facebook sobre a falta de qualidade de muitos cerimoniais, decidi dar umas diquinhas (ok, e criticar rsrsrsrs) sobre cerimonial de casamento.

Antes de tudo, guarde duas lições que toda noiva deve saber:

Primeira lição: 
SIM, QUALIDADE É PREÇO
Se você não quer se preocupar, deverá pagar um preço justo por isso.

Segunda lição: 
Economize nas lembrancinhas, mas nunca economize em comida, fotografia (e vídeo, se você gostar) e cerimonial. 
A comida é como os convidados lembrarão da sua festa. Foto e vídeo serão as suas lembranças. Cerimonial será a sua tranquilidade.


Não vou citar nomes por motivos óbvios, mas vou contar pra vocês um pouquinho da experiência do meu primeiro (e já finado) casamento: 

Contratei um cerimonial baseado em preço. Eu não sabia nem o que era um vestido de primeiro aluguel, quiçá a função de um cerimonialista. Peguei a indicação com uma conhecida, o preço era relativamente bom, o "profissional" contava uma vantagem linda no site sobre já ter trabalhado em uma casa de festas que, na época, era bem badalada... fechei com ele. Ao longo dos preparativos (em torno de 10 meses), nos reunimos 3 vezes e nos falamos poucas vezes por e-mail. 


Drama número 1: O pré-evento, no dia do evento.

Como minha festa foi em um lugar onde tudo viria de fora (e não teria ninguém para receber), combinei previamente que ele deveria chegar por volta das 10:00h (a festa começaria às 18:00) e receber os fornecedores. Fiz, então, a confirmação com todos os fornecedores durante a semana do evento (esta tarefa deveria ser dele).

Meu terror começou às 11:00 do dia do evento. O primeiro fornecedor havia chegado e não tinha ninguém para recebê-lo. Depois de tentar por 4 vezes, consegui falar com ele, que estava indo para o local, mas que estava a aproximadamente 15 km de distância. Se contássemos que era um dia de chuvas torrenciais, com trânsito, sinais fechados, etc., ele jamais chegaria em 20 minutos. Pedi que o fornecedor esperasse, ganhei uma bronca daquelas, me irritei no dia que deveria ser de pura felicidade. Mas enfim, estava sanado. O tio do buffet/decoração chegou cedo e recebeu.

Só que o drama não acaba por aí.


Drama número 2: O telão.

Era moda na época ter aqueles vídeos de retrospectiva do casal. Só que eu queria, além do vídeo de retrospectiva, colocar fotos dos convidados do evento. Seria legal que eles se sentissem prestigiados...  Aluguei um telão com o próprio cerimonial e combinamos que ele seria colocado na parte de fora do salão/pista de dança, que abrigaria os convidados. Na semana do evento, já com a previsão de chuva, enfatizei do telão ser colocado na área dos convidados (que estaria toda coberta por toldos) e ele disse que, caso fosse chuva de vento, teria um plano B. Choveu, apenas. E o plano B foi colocar o telão num canto da pista de dança. Desligado.

Pensa que acabou?


Drama número 3: Vários cerimonialistas.

♥ Eu só comi durante a festa porque o meu santo maquiador (que me acompanhou a festa toda e eu amo de paixão até hoje) e minhas irmãs me deram comida.
♥ Eu que tive que sinalizar o cerimonial para mandar o DJ abrir a pista de dança após as fotos tradicionais.
♥ Não teve reposição dos doces do meu casamento, e só descobrimos isso porque no final da festa um dos padrinhos descobriu, bêbado atrás de glicose, um empilhamento de caixas de doces na cozinha (sim, ele pegou todas as caixas e nos entregou, tendo ganho por recompensa uma caixa inteira de brigadeiro). Meus convidados só comeram doces porque as lembrancinhas foram saquinhos/caixinhas com pães de mel e chocolates iguais aos da festa.
Eu só comi o bolo e os doces do meu casamento porque minha mãe descobriu a caixa, que não foi entregue a ela. Ela recebeu de volta apenas uma caixa com o meu topo de bolo, o bouquet e o terço que usei para a cerimônia.

Contei "só" esses três pontos que aconteceram comigo para vocês terem idéia... olha que não contei o que já ouvi de outras noivas nem o que já presenciei em outros casamentos, viu?

Isso tudo pra dizer uma coisa: PESQUISE MUUUUUUITO o cerimonial que você quer contratar. Hoje em dia, com o advento das redes sociais, vemos uma penca de fornecedores ótimos de marketing e péssimos de trabalho. Quer dicas para ter o cerimonial perfeito? Anote!

♥ Peça indicações para noivas que já casaram e utilizaram o serviço do tal profissional. Se você participa de grupos de internet, desconsidere todas as opiniões de meninas que fecharam com uma equipe mas ainda não usaram o serviço. Muitos muquiranas do mercado são ótimos no pré-evento e verdadeiras decepções no dia.

♥ Peça para, se possível, ver o trabalho do cerimonialista de perto. Se ele vai realizar casamento em uma igreja, ponha uma roupa bonitinha, vá e acompanhe a movimentação: quantas assistentes, como é a comunicação entre o cerimonial e a interação do cerimonial com os demais fornecedores do dia. Veja se ele ajeita o véu da noiva, se o cortejo e o posicionamento da noiva estão corretos...

♥ Cerimonial tem que ser discreto. Ignore o profissional que bebe na festa alheia, que se movimenta demais na hora da entrada da noiva na Igreja (e sempre sai de papagaio de pirata nas fotos), que fala palavrão na sua página do Facebook. Se ele é desleixado assim no dia-a-dia, imagine como será a reação dele ante uma emergência...

♥ Busque saber a formação do cerimonialista: Ele tem que se atualizar com o mercado e ter feito cursos e workshops de grandes nomes do mercado. E gente, grandes nomes do mercado passa longe do fulano de tal que começou ontem e tá dando curso para angariar dinheiro na falta de  noivas. Os grandes SEMPRE tem evento, anotem.

♥ Profissional que diz que tem mil e-mails e reuniões não devem ficar pendurados no Facebook. Desconfie de propaganda demais. Isso é uma tática de mercado para fingir que é badalado.

♥ Massacre no contrato. Peça que ele inclua todos os serviços que presta, detalhadamente. Peça da quantidade de reuniões até a contagem das sobras e montagem do farnel, passando pela confirmação com os fornecedores na semana do evento. Caso um desses pontos seja descumprido, você poderá recorrer judicialmente.

♥ Feche contrato somente com quem você tem empatia e confiança total, e entregue nas mãos do profissional. Sua função no dia é casar e se divertir. E assim como você, a sua irmã (ou prima, ou amiga) não tem que fiscalizar trabalho de ninguém. Supondo que você fechou com uma equipe super confiável, nada poderá ser mais desagradável do que ter alguém dando pitaco no trabalho alheio. Isso é chato, viu? Então, não peça para alguém seguir os passos do cerimonial. Você tira a vontade do cara trabalhar e priva o outro de se divertir.

♥ Mesmo que o número de reuniões seja limitado, certifique-se de que o cerimonialista esteja apto a te responder sempre que uma dúvida surgir, seja por email, whatsapp ou telefone. Mas pelo amor de Deus, tenha bom senso e ligue no horário comercial. Não é porque ele trabalha até de madrugada nos finais de semana que terá que atender à meia-noite de uma terça-feira. Cerimonialistas tem família, dormem, comem e têm vidas social e conjugal. Muitos até tem outra fonte de renda e precisam acordar cedo. Se você tiver aquela grande ideia à uma da manhã, mande um email e aguarde resposta.

♥ Alguns cerimonialistas limitam quantidade de reuniões, e isso é normal. Logo, você não precisa de reuniões a cada item do checklist fechado. Apenas mande um email e peça que ele adicione à lista. Eu costumava fazer uma média de 3 ou 4 reuniões ao longo dos preparativos, e tudo sempre correu bem.

♥ Os bons cerimonialistas vão te encher de conselhos, baseados em experiência própria. Of course que o casamento é seu, mas se ele insistir enfaticamente em algum ponto, não desconsidere. Ele tem mais experiência que você e só quer que seu casamento saia como o planejado.

♥ Sim, pode-se inovar em muitas coisas, mas cuide para que seu casamento não seja "da moda", e sim atemporal. O cerimonialista tem formação pra isso, sugue ao máximo! Ok, o casamento é seu, mas ele é quem tem experiência. Pense no quanto será bom abrir seu álbum de casamento daqui a 30 anos e ele ainda ser atual!

♥ Cerimonialista bom tem que transitar bem entre todos os fornecedores. Ele tem que já ir pro seu evento como se fosse BFF de todos eles. É essa interação que faz a magia funcionar ;)

♥ Falar de casamento em blog e redes sociais não faz do cara um profissional. O virtual e o real tem uma distância que você nem imagina! Conheço gente com blogs badaladíssimos e que é um verdadeiro fiasco na hora do "vamos ver".

♥ Definitivamente, esqueça a ideia de colocar a família pra te ajudar e contrate um cerimonial. 

♥ Mais é mais. Desconfie veementemente de quem cobra muito barato. Quem ganha pouco é pouco motivado e trabalha por quantidade. Logo, você será mais um número, e não uma cliente que merece toda a atenção para este dia tão importante ;)

Acho que é só, meninas. Olho vivo e boa escolha!









Um comentário:

  1. gostei muito, também adoro casamentos, desenho vestidos e confecciono vestidos de dama! http://leandalivia.wordpress.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...